Ir para o conteúdo
Para sua Corretora Técnicas De Vendas

6 tipos de vendedor: qual deles é você?

Nenhum vendedor é igual ao outro, embora os propósitos sejam os mesmos. Veja aqui qual vendedor você se identifica e como melhorar.

Leitura: 13 min
2610 visualizações

Vamos jogar as cartas na mesa! Nenhum vendedor é igual ao outro, embora os propósitos sejam os mesmos. Tem aquele mais comedido, que respeita o espaço do seu cliente, bem como aquele insistente, que só “larga o anjo” depois de negócio fechado.

O mercado exige essa diferenciação, afinal, se você for igual a todo mundo, como vai se destacar diante da concorrência, não é mesmo? Assim como os tipos de vendedores são variados, mudam também suas características e, nós, da Bannet, vamos expor 6 tipos de vendedor para você saber em qual perfil se encaixa e, caso precise, reformular algumas atitudes que podem ser consideradas fraquezas e enaltecer aquilo que é considerado ponto positivo. Vamos lá?

Antes de prosseguir, confira aqui como abordar seu cliente por telefone.

 

Tipos de vendedor

 

Para ajudá-lo a mapear suas características, pegue papel e caneta e anote o resultado. Ao final, ao saber em que perfil se encaixa, mostraremos o que você deve fazer para melhorar suas técnicas para ter bons resultados e vender mais.

 

1 – Vendedor “sem pressão”

vendedor

Esse tipo de vendedor está sempre de bem com a vida. Para ele, as vendas não fechadas não são motivos para preocupação, já que ele sabe que não pode fazer muita coisa para convencer os clientes de comprarem seu produto ou serviço.

Se a resposta for “não”, ele fica totalmente “de boa” e bola para frente. Não baixa a cabeça para maus dias e está sempre esperando pelo cliente ideal, afinal de contas “botar pressão” não é a sua praia e tudo fica mais fácil, quando o cliente já é alguém interessado, assim, ele não precisa empurrar uma venda.

O vendedor “sem pressão” é calmo o suficiente para lidar com pessoas indecisas, porém não sabe como agir, se determinado cliente optar por não comprar. Não desenvolve argumentos suficientes para persuadir os indecisos e desiste fácil de uma venda.

Você é um vendedor “sem pressão”? Confira como melhorar logo abaixo.

 

Vendedor “sem pressão”: como melhorar?

Sua zona de conforto não pode te dominar, não permita que isso aconteça, faça pressão; educadamente, claro!

É certo que nenhuma pessoa que trabalha com vendas pode empurrar algo a um cliente, mas desistir facilmente de uma venda por “preguiça de convencê-la” não é, definitivamente, a melhor saída.

Tente ser educado, ao insistir. Pergunte “tem certeza que não quer usufruir de um custo benefício tão bom para sua vida?” educadamente. Realize comparações de como seria a vida dele sem x com o serviço e não esqueça, após conhecer as dores e necessidades do cliente, de “tocar na ferida” dele, ou seja, de lembrá-lo do quanto ele precisa do que você está oferecendo!

 

2 – Vendedor “chato”

vendedor

Ao contrário do “sem pressão”, o vendedor chato não se conforma em deixar o cliente em paz. Ele argumenta uma, duas, dez vezes na tentativa de persuadir qualquer pessoa que fechar negócio com ele é a melhor coisa.

Ele insiste, pressiona e chega a ser inconveniente, na maioria das vezes. Liga para o cliente várias vezes para perguntar se ele já se decidiu e chega até a falar que o cliente jamais encontrará uma proposta igual a dele e que ele vai se arrepender.

Esse tipo de vendedor é chiclete e irritante e, na maioria dos casos, culpa a tudo e a todos pelo fracasso de suas vendas, mas não admite que o erro está em si para que não consiga ter uma maior fechamento.

Ele prioriza bater metas e não construir um relacionamento com o cliente, por isso, não realiza nem pós-venda.

Leia mais sobre o vendedor chato e como fazer para não ser um aqui.

Você é um vendedor “chato”? Confira como melhorar logo abaixo.

 

Vendedor “chato”: como melhorar?

A primeira dica é: grave sua própria ligação ou peça para alguém filmar sua abordagem e se auto analise! Perceba o quanto você é chato e tente mudar isso já!

Comece mudando seus hábitos em sua própria casa e adeque isso em suas vendas. Entenda que nenhuma pessoa gosta de insistência, seja o que for, portanto, pare de pressionar o cliente para comprar e deixe que ele tenha liberdade de escolha. Se o cliente optar por não comprar, respeite isso, afinal de contas, ele pode não ter comprado justamente porque você é um “pé no saco”!

Insista, porém moderadamente, seja gentil acima de tudo. Aborde as características do produto ou serviço que vende, como se você fosse completamente apaixonado pelo que vende (na verdade, a ideia é essa). Deixe que o cliente perceba isso e se apaixone pelo produto também.

 

3 – Vendedor “manipulador”

vendedor

Imagine um espetáculo de hipnose, onde o hipnotizador convence qualquer pessoa de fazer o que ele mandar! Esse é mais ou menos o cenário do vendedor “manipulador”.

Esse tipo de vendedor provavelmente já deve ter lido um dos livros mencionados neste post de como convencer qualquer cliente a comprar. Ele é expert no que faz. Cria a necessidade e, com sua voz doce e serena, convence qualquer cliente a comprar.

O vendedor “manipulador” pode ser almejado por muitos, mas é bom ter cuidado. Ele pode até conseguir tudo o que quer, mas se um cliente comprar algo que o vendedor ofereceu e se arrepender por não ter precisado realmente daquilo em sua vida, a reputação do vendedor pode ficar comprometida.

Você é um vendedor “manipulador”? Confira como melhorar logo abaixo.

 

Vendedor “manipulador”: como melhorar?

O seu jeito pode te dar resultados a curto prazo, mas não é a maneira correta para aumentar suas vendas a longo prazo, isso porque a “empurroterapia” a qual pratica um dia não vai mais funcionar e você, certamente, ficará frustrado.

Esse tipo de pressão força tanto o cliente a realizar a compra, que talvez ele sofra consequências por ter adquirido e, então, esse é o momento de você ter empatia.

Se você avaliar que um determinado cliente realmente não está em condições de realizar aquela compra, então não o pressione e nem tente incutir na cabeça dele que ele pode se dar mal e sair de bobo se não realizá-la, apenas deixe claro que ele pode adquirir em um melhor momento e que você sempre estará disponível para ajudá-lo.

 

4 – Vendedor “negociador”

vendedor

Esse tipo de vendedor é o sonho de todo cliente, afinal, ele faz o possível e o impossível para facilitar a compra para ele.

O vendedor “negociador” tem as cartas na manga, ele sabe que não pode oferecer o menor preço para atrair os clientes, porque, afinal de contas, tem conhecimento de que os “pechinchadores” podem achar caro demais!

Esse vendedor mostra para o cliente que ele se importa e que quer fazer de tudo para que o cliente sinta-se totalmente confortável em adquirir aquele serviço, que ele moverá céus e terra para baratear o que vende, sem que o cliente tenha que abrir mãos dos benefícios.

Você é um vendedor “negociador”? Confira como melhorar logo abaixo.

 

Vendedor “negociador”: como melhorar?

Será que existe alguma forma de melhorar o vendedor “negociador”? Apesar de ser considerado um dos perfis para vendedores se espelharem, é possível sim melhorar sua abordagem, afinal de negociação você entende, mas de dados técnicos não. Por isso, não priorize somente preço, estude sobre o que você está vendendo e venda mais do que um preço, venda valores e vantagens.

Se você for um vendedor “negociador”, realize um pós venda diferenciado! Mostre ao seu cliente que você lutou por um preço justo e que quer saber se ele está usufruindo e gostando do que adquiriu. Seja sempre presente na vida do seu cliente e ele jamais esquecerá de você!

 

5 – O vendedor “caçador”

vendedor

Se você é este vendedor, vai entender do que eu estou falando. Esse tipo é especialista em novas negociações. Ele sabe onde encontrar e como atrair novos clientes.

O vendedor “caçador”, como o próprio nome já diz, tem facilidades para concentrar suas energias na caça de novas oportunidades. Tem habilidades em vendas consultivas e em encontrar e avaliar oportunidades dentro de um projeto de vendas. Tem um círculo extenso de contatos, por isso, fica mais fácil a prospecção.

Esse tipo de vendedor também bate metas como ninguém, é independente, mas nem sempre gosta de realizar um relacionamento com o cliente, afinal o acompanhamento não é pra ele.

Você é um vendedor “caçador”? Então vai gostar de saber que existe uma forma de aumentar ainda mais sua prospecção de clientes. Baixe nosso material exclusivo de Geração de Leads aqui e descubra como aumentar suas vendas!

Vendedor “caçador”, confira como melhorar logo abaixo.

 

Vendedor “caçador”: como melhorar?

Ter facilidade em prospectar é bom demais, assim aumenta muito sua carteira de clientes, porém você está esquecendo de uma parte fundamental para resultados a longo prazo, que é relacionar-se com esses consumidores.

Ao criar um relacionamento com seus clientes, você não só atraiu, como implementou em suas mentes que o produto realmente faz a diferença na vida delas e, se um dia, elas voltarem a comprar ou fizerem uma indicação, será você que elas irão lembrar.

Seja caçador, mas também seja parceiro!

 

6 – Vendedor “fazendeiro”

vendedor

Esse vendedor cultiva boas vendas e colhe bons frutos. Ele cria relacionamentos com os clientes, é leal, não manipula e nem pressiona, apenas usa boas técnicas de vendas e estuda dia a dia para melhorá-las.

Sua experiência diz que toda venda deve ser nutrida, após plantada. Não adianta focar na semente e não aguá-la. Entretanto um ponto negativo pode ser a dificuldade de criar novos negócios, até porque o vendedor “fazendeiro” não nasceu para a prospecção.

Você é um vendedor “fazendeiro”? Confira como melhorar logo abaixo.

Vendedor “fazendeiro”: como melhorar?

Não se preocupe, você está indo bem, o problema é que, na sua lista de prioridades, você deve focar uma parte dos seus esforços em captação de clientes para aumentar sua carteira.

Como sabemos que você pode ter dificuldade nesse tipo de prospecção, a Bannet pode ajudá-lo, através da Geração de Leads, afinal, nossa plataforma possui um mar de clientes interessados em um serviço, esperando somente a ligação de um vendedor.

Clique aqui e saiba mais sobre como a Bannet pode ajudar a melhorar sua prospecção de clientes, fazendo você se tornar um campeão de vendas!

 

Conclusão

 

Listamos aqui 6 tipos de vendedores, mas é claro que existem muito mais, e você se identificou com algum? Mas o mais importante é que mesmo o “vendedor ideal” necessita de pontos a serem melhorados. É preciso estudar e tentar melhorar todos os dias. Buscar ser melhor que ontem deve ser sua maior meta! Amplie suas qualidades e ajuste seus defeitos, de acordo com as exigências do mercado, ou melhor, do seu mercado.

Aproveite para aumentar sua captação de clientes investindo em algo que realmente irá te dar resultados em vendas. Crie uma conta gratuita em nossa plataforma e aguarde um de nossos consultores entrar em contato com você. Clique aqui.

Carine
SOBRE O AUTOR: Posts desse autor

Carine Vasconcelos

Editora Chefe da empresa Bannet, formada em Publicidade e Propaganda, há mais de 6 anos, pela Faculdade Cearense, e apaixonada por conteúdo. Atua na área de Marketing e Produção Textual há quase 10 anos e acredita que, para termos sucesso em qualquer área, é preciso sermos felizes no caminho, afinal o amor pelo que fazemos é força motriz para atingirmos a excelência.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas:

Faça um orçamento: