Ir para o conte�do
Vender Mais

Dicas de como ser boa vendedora.

O necessário para se tornar a melhor!

Leitura: 8 min
39 visualizações

Uma das principais questões que toda pessoa da área de vendas se pergunta é: como ser boa vendedora? Não existe uma receita mágica que faça com que seja excelente. Entretanto, há algumas coisas que podem fazer a diferença – e assim fazer você crescer cada vez mais, se tornando bom naquilo que almeja.

Uma das qualidades de como ser boa vendedora é saber negociar. Afinal, todo vendedor precisa usar das suas técnicas de persuasão para conseguir fechar uma venda – isso sem passar dos limites!

Entretanto, existem outras qualidades para se tornar um vendedor excelente, como:

  •         Capacidade de se comunicar;
  •         Credibilidade;
  •         Otimismo;
  •         Conhecimento de técnicas e venda;
  •         Bom humor;
  •         Paciência;
  •         Caráter e honestidade;
  •         Conhecimento de marketing;
  •         Inteligência;
  •         Conhecimento de mercados.

Nesse texto, iremos discutir um pouco mais sobre como ser boa vendedora – além de dicas que podem ajudar a chegar a esse objetivo, inspirações e muito mais!

 

Quais as habilidades que os vendedores devem ter

Se quer saber como ser boa vendedora, você precisa entender que algumas habilidades podem ser muito favoráveis se as desenvolver corretamente. Confira alguma delas:

Saber ouvir

Saber ouvir com atenção o seu cliente, compreendendo quais são suas reais necessidades é um grande diferencial. A escuta ativa consegue ajudar na concentração do que é mais importante – sendo assim, você consegue ajudar a pessoa e ainda oferecer a melhor solução.

Capta leads

Um dos principais desafios na área de vendas é a captação de leads – o que acaba por ser uma ótima estratégia também. Criar leads significa engajar clientes em potencial e expandir o número de pessoas com quem pode criar e iniciar uma jornada de vendas.

Se você já está acostumado com isso e sabe quais processos são necessários, você já está sabendo trilhar o caminho para ser um ótimo vendedor.

Busca aprendizado sempre

Os bons vendedores costumam usar e abusar da nossa era da informação – consumindo blogs de vendas, livros que falam sobre o assunto, pesquisando sobre o mercado, assistindo a palestras e entre outros.

Um vendedor que está sempre procurando informação e aprendizado está a vários passos de todos os outros – pois assim ele consegue seguir as tendências e as notícias atuais.

Educa o cliente

O vendedor tem que ir muito além do que apenas vender. Ele tem que ensinar ao cliente a enxergar valores e características atrativas do seu produto ou serviço – fazendo-o notar que é isso que ele precisa para suas necessidades.

Cria report

O repport é considerado como uma habilidade de formar uma relação de capacidade e resposta – como entrar no mundo de outra pessoa e fazê-la sentir que a entende. Sendo assim, é essa conexão que precisa estabelecer com seu cliente.

Uma dica interessante que pode lhe ajudar com isso, é reunindo informações sobre seu cliente, encontrando até mesmo assuntos em comum que podem ser citados durante a conversa.

 

Dicas para ser um bom vendedor!

Separamos algumas dicas importantes de como ser boa vendedora. Confira mais a seguir:

Siga um processo de vendas

Se ainda não tem um processo planejado, é melhor começar o planejamento! Todas as etapas de um processo devem ser importantes, pois isso aumenta ainda mais as estratégias de persuasão!

Conheça seu cliente

Fale diretamente com as necessidades e desejos do seu cliente, focalizando os pontos que ele considera mais relevantes – com isso, você terá uma abordagem muito mais convincente.

Outro fator importante é criar uma persona, que é a representação fictícia de seu cliente, permitindo que se conheça e entenda um pouco mais da psicologia do cliente.

Seja persuasivo

A persuasão pode ser bem definida como sendo a força de argumentação aliada ao conhecimento, gerando um grande poder ao vendedor. Saber argumentar para vencer as objeções de clientes é um ponto fundamental!

Seja um bom planejador

Um bom vendedor tem toda uma rotina planejada, o que ajuda a evitar conflitos de agenda e imprevistos!

Empatia

Coloque-se no lugar dos outros – já que é fundamental para que o cliente sinta que você está preocupado com as necessidades dele. Faça com que o cliente se sinta importante!

 

Vendedores paromo ser boa vendedora? Não existe uma receita mágica que faça com que seja excelente. Entretanto, há algumas coisas que podem fazer a diferençaa se inspirar

Aaron Ross

Uma das principais referências no mundo das vendas, Aaron Ross é formado em Engenharia Civil Ambiental pela Universidade de Stanford, casado e pai de 12 filhos (maioria adotivos).

Entrou na Salesforce (CRM), a maior empresa SaaS (site de serviços online) do mundo, em 2002, e logo depois criou um grupo de pessoas a fim de criar uma nova forma de prospecção.

Aaron defende que a equipe comercial não deve fazer o trabalho de prospecção, pois é mais uma responsabilidade nas costas do vendedor. Colocar várias obrigações na conta do vendedor mata sua produtividade e acarreta:

  •         Falta de motivação e foco;
  •         Ausência de suporte e treinamento;
  •         Falta de métricas claras;
  •         Menor visão dos problemas futuros.

Ele acredita que cada parte pode desempenhar um papel diferente com funções diferenciadas e especializadas, mas que se interligam.

O primeiro passo para qualquer empresa é contratar o vendedor e depois um representante que irá gerar leads para que o vendedor possa fechar a venda.

Aaron Ross também criou o conceito “camadas de cebola”, definido como um caminho percorrido pelo prospect até se tornar cliente.

Joe Girard

Joe Girard, que começou engraxando sapatos e ficou milionário vendendo automóveis, é autor do livro “Como vender qualquer coisa a qualquer um” e foi considerado o maior vendedor de carros do mundo pelo Guinness Book.

Joe pregava a importância da correspondência para fazer negócios com seus clientes, ou seja, cartões de visita, emails e telefone, etc.

Para cada cliente atendido, Joe enviava uma correspondência a fim de fidelizá-los, agradecendo-lhes pela compra realizada e pedindo indicação para ganharem comissão.

Suas principais características eram:

  •         Motivação e entusiasmo;
  •         Relacionamento com o cliente (atendimento);
  •         Cartão de visita dinâmico;
  •         Parcerias novas para novos negócios, inclusive com os próprios clientes;
  •         Investia no mercado online;
  •         Metas bem estabelecidas com a famosa frase: “planeje seu trabalho e trabalhe seu plano”.

Lincoln Murphy

Lincoln trabalhou com mais de 400 empresas SaaS ao redor do mundo, é co-autor do livro “Customer Success” (Sucesso do Cliente) e viaja o mundo dando palestra sobre isso, sendo considerado hoje em dia um dos melhores vendedores do mundo.

Graças a Lincoln, é possível entender seus ensinamentos sobre o sucesso do cliente. Para isso, ele revelou a importância de saber o que é sucesso para ele, isto é, o cliente.

Isso porque a resposta dele vai nortear os esforços de marketing e obter os resultados esperados.

“Muitas vezes, o mais valioso que temos é o que sabemos sobre nossos clientes. Normalmente, nós subestimamos isso. Existem tantas coisas baseadas nesse conhecimento que podemos aproveitar para aprofundar nosso negócio, mas não valorizamos isso. Não há desculpas para não conhecer nosso cliente.”

Para ele, é preciso ter metas, e ao mesmo tempo, um plano de ação, pois sem isso não há como trazer valor para a empresa.

E a equipe de vendas deve evitar ao máximo trazer clientes que não se beneficiam com o serviço da empresa, pois podem impedir seu crescimento.

 

 

 

 

 

 

Recomendado para você:

Postagens mais vistas:

Faça um orçamento: