Ir para o conte�do
Técnicas De Vendas

Corretor independente: saiba as vantagens e como se tornar um!

Leitura: 6 min
1366 visualizações

Existem diversas formas para se trabalhar como corretor de imóveis. O corretor independente é nada mais, nada menos que um corretor normal porém sem vínculo com alguma corretora. 

Esse é um ponto muito atrativo na profissão que conta com muitos atrativos importantes para profissionais que querem ter mais liberdade no emprego. Um corretor deve ter em mente que para trabalhar nesse ramo, deve-se abrir mão de um salário fixo e de diversos benefícios que um profissional comum contém. Mas, se tem algo que atrai esses profissionais é o horário flexível. Por isso, inúmeras pessoas gostam deste tipo de forma de trabalho.

Como se tornar um corretor independente?

Para ser um corretor independente deve se preparar muito bem. Mas poucas pessoas sabem é que um trabalho desse não consiste apenas em saber vender e em saber lidar com as pessoas, vai muito além disso. Para ser um grande profissional, tem que se preparar lendo muitos livros da área, acompanhando notícias do mercado, lendo apostilas, acompanhando palestras e nunca parar de frequentar cursos do ramo. Isso tudo deixará você preparado para ser um grande profissional da área.

Mas o que o mercado imobiliário permite e que atrai diversos profissionais é a oportunidade de você ser um corretor independente, ou seja, um autônomo, porém não quer dizer que por você ser o seu chefe, tudo vai ser simples. 

Decida sua comissão

Algo crucial para um corretor independente é que ele decida sua comissão. Ele deve levar em conta que está lidando com imóveis de outras pessoas, que pertencem a imobiliárias, construtoras e até pessoas físicas. A partir dessa conta, ele decide o quanto deve ganhar a partir de uma venda. Sempre procure entrar em um acordo com todos os envolvidos. Evite usar porcentagens muito altas, principalmente no começo, afinal, você pode perder clientes para a concorrência, que, na maioria dos casos, é respaldada por imobiliárias conceituadas.

Ter uma carteira de clientes é importante

Não adianta nada começar a vender se você não tem para quem vender. Prospectar clientes diariamente é fundamental para uma carreira independente de sucesso. Tente segmentar o seu público para facilitar, ao menos no começo, o trabalho de opções que você trabalhará.

Carteira de imóveis precisa se manter atualizada

Captar e tentar vender cinco ou dez imóveis por alguns meses pode ser uma tarefa árdua. Nesse caso é interessante que você esteja em constante atualização, de modo que mais clientes tenham a oportunidade de aparecer.

Seja mais organizado que o normal

Quando você trabalha para alguém, você tem um horário e um local definido. Você deve fazer o que a empresa quer e o que ela indica. Por isso, quando a pessoa se torna autônoma ela acha simples obter um horário, mas muitas vezes isso atrapalha muito. Determine os horários que você trabalhará e siga ele a risca. Focar somente no trabalho nos horários estipulados é fundamental.

Quais são as vantagens?

Ausência de chefes

Traçar suas próprias estratégias, focar nos seus objetivos e não nas das demandas da empresa são alguns dos benefícios de quem atua por conta própria. Você não precisa prestar contas de suas ações, nem deixar de realizar uma tarefa promissora para anteder a uma ordem ou a uma escala da imobiliária.

Além disso, não ter um chefe e ser o único responsável por suas ações é um dos benefícios da carreira autônoma.

Gestão dos seus horários

Um dos pontos preferidos para quem é corretor independente é a liberdade de organizar sua agenda. O profissional independente organiza seus horários da forma que lhe parece mais adequada aos seus interesses. Assim, ele pode dedicar mais atenção a um cliente ou imóvel que lhe parece mais promissor, de acordo com sua análise individual.

Porém, o que parece ser uma grande vantagem pode se transformar em um problema, caso o profissional não tenha a habilidade ou a disciplina para organizar seu horário de forma produtiva. Por isso, atenção ao avaliar esse benefício!

Melhores ganhos

Corretores vinculados a imobiliárias podem contar com salário fixo e benefícios trabalhistas como qualquer empregado dentro da CLT. Mas, em geral, é estabelecido um valor máximo de comissionamento.

Já o profissional autônomo tem como teto apenas a sua capacidade de fechar negócios. Pode-se dizer que não há limites para os rendimentos do corretor independente. Em contrapartida, nos meses em que não consegue fechar nenhum negócio, existe o risco de ficar sem renda.

Liberdade de atuação

É verdade que o corretor independente não tem acesso à carteira de imóveis de uma corretora. Porém, ele pode compensar isso com um bom trabalho de prospecção e investimento em seu network.

O corretor que trabalha de forma autônoma é livre para:

  • Atuar em parceria com outros profissionais, quando isso lhe parecer vantajoso;
  • postar em uma área diferente de sua habitual;
  • Variar entre intermediação de venda e aluguel;
  • Autonomia, liberdade de atuação e possibilidade de crescimento são alguns dos atrativos que impulsionam a carreira de corretor independente. Se você está pensando em seguir por esse caminho, lembre-se de analisar se o seu perfil é adequado à atuação independente.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas:

Faça um orçamento: